Muitos brasileiros que residem no exterior ainda têm dúvidas na hora de tirar o título ou transferir o domicílio eleitoral para o novo país. Para atender a essas pessoas e facilitar os procedimentos, a Justiça Eleitoral, por meio da Zona Eleitoral do Exterior (Zona ZZ), oferece atendimento por WhatsApp, no número +55 61 9 9293-9773.

A medida integra o serviço Título Net Exterior, que também oferece auxílio por e-mail (eleitor.exterior@tre-df.jus.br) e telefone (+55 61 3048-1770), de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. No link acima, a pessoa ainda encontra informações sobre regularização da inscrição e a documentação necessária, entre outras orientações.

Obrigatoriedade

Vale lembrar que, mesmo que não esteja morando no Brasil, quem tem mais de 18 anos (exceto idosos com mais de 70 anos e analfabetos) é obrigado a votar nos pleitos para presidente e vice-presidente.

Caso esteja ausente do seu domicílio eleitoral no dia da eleição ou impedido de comparecer ao local, deve justificar a ausência mediante requerimento dirigido ao juiz da Zona Eleitoral do Exterior, entregue à repartição consular ou à missão diplomática. O requerimento também poderá ser enviado pelos Correios ou pelo Sistema Justifica.

Atualmente, mais de 516 mil brasileiros estão aptos a votar nas próximas eleições. Em 2018, o número era de aproximadamente 500 mil (presentes em 171 localidades eleitorais de 99 países); entre estes, cerca de 411 mil compareceram às urnas.

Fonte: TSE